quinta-feira, 7 de setembro de 2017

VEREADORES DA DÁLIA DA SERRA LUTAM PARA QUE A LEGISLAÇÃO SEJA CUMPRIDA E LIXÕES SEJAM EXTINTOS NO MUNICÍPIO


A fumaça produzida pelo lixão da cidade de Toritama e do Sítio Raposa tem prejudicando diretamente a saúde de moradores do Distrito Pão de Açúcar e demais famílias que residem em mais de 15 comunidades rurais localizadas no município de Taquaritinga do Norte.

O presidente da Câmara Municipal, Eraldo de Pedra Preta, o vice-presidente Professor Jurandi, juntamente com o vereador Hélio Júnior, estiveram mais uma vez na tarde da última terça-feira (06), conferindo de perto a realidade que vem tirando o sossego dos norte-taquaritinguenses.

“Estamos vendo a preocupação dos poderes Legislativo e Executivo, em buscar solucionar o problema junto à Prefeitura de Toritama. Recentemente também estivemos com uma comitiva procurando Dr. Iron Miranda que demonstrou-se totalmente disponível para unir forças nessa luta. Enfim, estamos juntos e não vamos descansar diante desse crime ambiental, que tanto é prejudicial ao nosso povo”, destacou Eraldo de Pedra Preta.

Reforçando as palavras do parlamentar, o Professor Jurandi desabafou:
“Esse problema é mais sério do que se pensa, há muita gente doente por conta do lixão e não podemos mais esperar, estamos aqui para deixar bem claro que não vamos nos calar, vamos cobrar, vamos lutar para que nosso povo não continue nesse sofrimento, trabalharemos dia e noite, mas não admitiremos que isso continue, chega de conversa, queremos ações, ações imediatas”, destacou o vice-presidente da Câmara Municipal.

Por Lei, os lixões não podem mais existir, portanto o que os representantes do Poder Legislativo exigem, é que a legislação seja cumprida, como cita o vereador Hélio Júnior:

“Sabemos que os Estados e Municípios precisam viabilizar meios de destinar adequadamente o lixo, portanto não podemos calar diante de uma agressão tão grande a natureza, e consequentemente, ao nosso povo”, afirmou o parlamentar.

Segundo o que dita o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, uma das soluções para garantir o destino adequado ao lixo que não pode ser reciclado é a criação de aterros sanitários que evitam a poluição do solo, do ar e, consequentemente, assegura a qualidade de vida da população.

Fonte : Blog Agreste Notícia 
Previous Post
Next Post

About Author

0 comentários:

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não responsabiliza-se por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.

Postagens populares